Quinta-feira, 19 de Maio de 2011

1.º Encontro Científico - “As grutas são um suporte para a biodiversidade”

“As grutas devem ser visitadas pelos seus aspectos científicos, mas também pelos seus aspectos valorativos”, afirmou Olímpio Martins, espeleólogo do Parque Natural da Serra de Aire e Candeeiros (PNSAC), durante a abertura do 1.º Encontro Científico em Meio Cavernícola, que decorreu no passado dia 26 de Fevereiro, no Centro de Interpretação Científico – ambiental das Grutas da Moeda e que contou com a participação de cerca de três dezenas de pessoas, na sua maioria ligadas à área da Biologia e da Geologia.
Subordinado ao tema “Os Morcegos e seus Habitats”, os três especialistas convidados focaram as suas intervenções na importância das grutas enquanto um dos habitats preferenciais dos Morcegos e de outras espécies que também habitam o subterrâneo. Destacando a importância das grutas como “suporte para a biodiversidade”, Olímpio Martins referiu que “a cultura científica e educação para a sustentabilidade” devem ser garantidas por “entidades públicas, mas também privadas”, de modo a que tudo “se enquadre numa estratégia nacional de conservação da Natureza”.
Actualmente a fazer um doutoramento na Universidade Aveiro, a Bióloga Sofia Reboleira, foi uma das oradoras convidadas para este encontro científico. De acordo com esta especialista “existem espécies muito raras que apenas se reproduzem no interior das grutas”. Algumas destas espécies raras foram descobertas precisamente no Maciço Calcário Estremenho, onde se situam as Grutas da Moeda. Fica assim óbvio que “as grutas são habitats a proteger, por forma a garantir a sobrevivência da sua biodiversidade”.
Tema fulcral do 1.º Encontro Científico foram os Morcegos, sobre os quais Maria João Silva, do Centro de Ciência Viva do Alviela, revelou alguns aspectos curiosos e desconhecidos da grande maioria das pessoas, como é o caso da forma como procriam e protegem as suas crias. Esta especialista abordou a “importância dos morcegos para o equilíbrio do ecossistema do planeta”, facto que foi a base de partida para que a Convenção de Bona e o EUROBATS declarassem os anos de 2011 e 2012 como o Ano do Morcego.
No final do encontro era notória a satisfação pelo modo como decorreram os trabalhos, com os representantes do Instituto de Conservação da Natureza e Biodiversidade (ICNB), do PNSAC e do Centro de Ciência Viva a felicitarem a equipa do Centro de Interpretação Científico – ambiental pela iniciativa.  
A realização do 1.º Encontro Científico em Meio Cavernícola teve o apoio do ICNB e do CCVA e revelou-se, assim, um autêntico sucesso para os organizadores, oradores e participantes, pelo que será muito em breve anunciado o tema e a data daquele que será mais um de muitos outros eventos científico – ambientais a desenvolver no Centro de Interpretação Científico – ambiental das Grutas da Moeda.

Maria João Silva - Centro Ciência Viva do Alviela desmistificou alguns mitos sobre os Morcegos

publicado por pnsac-viveatuanatureza às 19:46

link do post | comentar | favorito
|

.pesquisar

 

.Junho 2011

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Notícia sobre a palestra ...

. Pedreiras: Sim ou Não?

. A gralha-de-bico-vermelho...

. I BIKE TOUR

. Curiosidades sobre o símb...

. Resíduos depositados ileg...

. IV ENCONTRO DE SABERES - ...

. DIA MUNDIAL DO VIGILANTE ...

. Vigilantes da Natureza es...

. Estação de tratamento de ...

.arquivos

. Junho 2011

. Maio 2011

. Abril 2011

. Março 2011

. Fevereiro 2011

. Janeiro 2011

. Dezembro 2010

. Novembro 2010

. Outubro 2010

. Setembro 2010

.mapas

.O Parque Natural

O Parque Natural

.Fauna

O PNSAC e a sua fauna

.Flora

O PNSAC e a sua flora

.Maravilhas do PNSAC

As maravilhas do nosso Parque

.Notícias do PNSAC

Notícias relacionadas com o PNSAC